Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Restart

A Restart é um centro de formação profissional que constitui um espaço único de formação, produção e animação cultural em Lisboa.

Pintura para Surf, Skate e outros desportos | Workshops Summer's Cool | 10 de Setembro

pintura, arte, desporto, radical, skate, surf, paulo arraiano

 

Data: 10 de Setembro

Horário: 14h-19h

Formador: Paulo Arraiano
LOCAL : Fábrica 22 | Alvalade

 

Público Alvo:

Artistas ou curiosos que queiram dar uma identidade pessoal e artística aos seus equipamentos desportivos.

Objectivos:

Pintar de forma criativa, artística e interventiva algumas pranchas de surf e de skate, que possa ser mais tarde transportado para outros desportos como patins, bicicletas, capacetes, entre outros. Deixar um mensagem e um cunho pessoal num objecto.

 

Conteúdos:

A pintura não só como expressão artística e criativa, mas também como mensagem de intervenção.

O caso da história e evolução do street art como exemplo.

A diferença entre pintar numa tela e pintar em outros materiais diversos como pranchas, capacetes, ou outras superfícies improváveis.

Introdução aos materiais a utilizar.

Pintura de cerca de duas pranchas de surf e três pranchas de skate e construção de uma instalação artística com o conjunto.

Noções de como aplicar o que foi aprendido a outros objectos.

Cidadela de Cascais Art District inaugura dia 8 de março

Cidadela Art District

Trazer a arte para o contexto quotidiano e usar espaços de transição ou superfícies comerciais para a promover é o objetivo do Cidadela Art District que vai nascer, no próximo dia 8 de Março, na Cidadela de Cascais. Neste espaço o público passa a poder visitar não só seis novas galerias de arte, mas também seis estúdios abertos, de artistas residentes, nesta primeira temporada poderemos ver o desenvolvimento do trabalho de Bruno Pereira, Duarte Amaral Neto, Paulo Arraiano, Paulo Brighenti, Pedro Matos e Susana Anágua.

 

A Restart acarinha este projecto não só pelo apoio ao desenvolvimento artístico daí decorrente, mas também por este arrancar com o nosso formador Paulo Arraiano como um dos artistas residentes, e com Cláudia Clemente, nossa ex-aluna, como uma das artistas convidadas a intervir no espaço.

 

Sob a direção de arte de Sandro Resende, o Cidadela Art Distric será uma mostra de arte permanente em pleno coração da Vila de Cascais, constituindo uma razão acrescida para visitar a Cidadela de Cascais, onde além das exposições simultâneas nas galerias – Raw Art, Viarco, Cinco, Magnética Magazine, Branco Editora & Biblioteca, Allarts – e estúdios, vão decorrer três concertos por ano e ainda várias intervenções artísticas noutras unidades do grupo hoteleiro. O objetivo é que a arte possa invadir todos os espaços desde a Pousada às muralhas da Fortaleza.

 

No Cidadela Art District será possível encontrar os artistas plásticos a trabalhar nos seis estúdios abertos instalados nos antigos edifícios militares, ou em qualquer outro local da Pousada da Cidadela que passa agora a designar-se Cidadela Historic Hotel & Art District. Além disso, o Grupo Pestana convidou os artistas a criarem seis quartos de autor na Pousada, num movimento a que chamaram Pousada Take Over. Quando disponíveis, estes quartos podem ser visitados mediante solicitação na receção. Por descobrir haverá também intervenções a cargo de artistas convidados, de carácter temporário, em todos os espaços da Pousada.

 

Para acompanhar os visitantes e ajudar a perceber melhor o significado da arte exposta, a Pousada coloca á disposição, a partir de dia 8 de março, um Art Concierge que poderá dar todas as explicações sobre os artistas, as obras, os locais e o calendário de exposições e eventos.  Entre as seis novas galerias que abrem ao público no âmbito do Cidadela Art District está a primeira galeria Raw Art do país.

 

A estreia vai ser assegurada pelos trabalhos de Jorge Tarouca, um artista com doença mental cujos trabalhos Sandro Resende descobriu no âmbito de um outro projeto e que agora passam a estar disponíveis para serem apreciadas pelo público em geral.

 

Artistas convidados para o Pousada Take Over: 

- Cristina Lucas (ES)

-  José Maças de Carvalho (PT)

-  José Luís Neto (PT)

- Gabriela Albergaria (PT)

- Sandro Resende (PT)

- Luís Nobre (PT)

- Duarte Amaral Netto (PT)

- Paulo Arraiano (PT)

- Cláudia Clemente (PT)

- Edgar Pera (PT)

 

A partir de 8 de Março, aproveitem para visitar o Cidadela Art District.

Paulo Arraiano

 

Após expor na Restart, na sua primeira exposição em Portugal, o ilustrador Paulo Arraiano foi convidado para participar no projecto Red Bull Street Gallery, o seu trabalho personalizou as paredes do Museu do Design e da Moda, em Santa Catarina, com ilustrações que funcionam como um manifesto em que “as técnicas e os meios são irrelevantes – a mensagem e o processo é que contam”.

Mais uma vez, Paulo Arraiano aproveita o design para libertar as suas personagens e “deixar que elas façam o seu trabalho”.

Em Abril, obras de mil.

           

   


O criativo Paulo Arraiano inundou o espaço da Restart com as sua personagens - criaturas de várias cores e tamanhos. Cada uma apresenta a sua personalidade própria nascida de uma narrativa interagindo sempre com as outras criaturas.

A mancha colorida provocada pelo seu trabalho originou um ambiente mais divertido que nos vai acompanhar durante 3 semanas.

Exposição Paulo Arraiano | 13 Abril a 4 Maio

Exposição Paulo Arraiano


A Restart apresenta o trabalho do ilustrador Paulo Arraiano, desde posters já publicados a telas e pinturas realizadas em específico para esta exposição.

O ilustrador e designer Paulo Arraiano, um nome bem conhecido no meio, já expôs em diversas ocasiões no exterior, em Portugal esta será a sua primeira exposição.


Paulo Arraiano descreve esta exposição da seguinte forma:

Restart, um novo começo, um nascer de criaturas,
novos processos, outras possibilidades, um novo caminho que se abre
através de uma maior simplicidade formal e de espaços deixados em aberto.

Restart, escrita sem palavras, criaturas que contam uma história,
querem falar mas o espaço da fala encontra-se em branco,
aberto para que cada um possa reinventar os seus medos,
sonhos, pesadelos e alegrias. Raiva contida e amor no olhar,
gritar ou abraçar, criaturas de amor em tempos de guerra.


A Festa de Inauguração é hoje numa festa com bastante reggae, mas a exposição fica na Restart até 4 de Maio, não há desculpas para não ver esta exposição.


+Info: www.pauloarraiano.com


Animação Cultural Restart | ENTRADA LIVRE